Sexta-feira, que dia!

Em meio a tantas ligações que recebo durante o dia na minha empresa, uma me surpreendeu, numa tarde fria de sexta-feira, já prenunciando um final de semana com baixas temperaturas. Tratava-se de uma vendedora me oferecendo um pedaço de terra em um cemitério X, para eu descansar o meu gélido corpo quando passasse desta vida para outra melhor.
            A ligação me “pegou” de surpresa. O dia agitado com tantos compromissos, dívidas para pagar, naquela altura, eu não poderia nem cogitar morrer por agora; afinal, mesmo sabendo que não vou ficar para a semente, morrer precisa de “tempo”. Temos de colocar a casa em ordem primeiro, para, depois, sim, pagas as dívidas, filhos formados e o branco dos meus cabelos tomando todo o couro cabeludo, poderei me dar ao luxo de pensar em descansar em definitivo.
            Na verdade, achei até uma afronta da vendedora me oferecer um produto desses, numa sexta-feira que nem era da Paixão, numa hora tão imprópria, afinal, só tenho 45 anos e ainda não cheguei ao lucro do brasileiro que consegue passar dos 60. Porém, não posso negar que ela estava fazendo o seu trabalho, e, se o seu ganha-pão consiste em faturar com a morte dos outros, tenho de respeitar, afinal, o trabalho é honesto.
            A minha resposta foi imediata: no momento não posso mesmo. Busco alcançar o ponto de equilíbrio da empresa que inaugurei há menos de um ano.
            Naturalmente, a vendedora achou a minha resposta um descalabro e não duvido nada de que pensou consigo mesma: “tá pensando que a morte bate na porta, avisando a sua chegada, é dona? Como a senhora é ignorante! Ela chega sem avisar mesmo e nos pega desprevenidos, com dívida ou sem, não importa. Quem manda é ela e pronto, acabou. Não adianta chorar, nem explicar. E nem precisa fazer as malas… vamos de qualquer jeito.”
            Mas a vendedora foi complacente comigo. Disse que, no mês que vem, ligaria de novo. Tratei de me apressar a dizer-lhe que no outro mês eu ainda teria muitas dívidas para pagar, logo, não poderia ainda nem cogitar em morrer.
            Ela respondeu: “Obrigada e fique com Deus.” (Não sei se era uma graça ou uma ironia, já que eu não adquiri o seu produto.)
            Desliguei o telefone e fiquei pensando por alguns segundos como faria a minha família se eu morresse hoje. Não temos jazigo e ninguém tem gorda conta bancária para bancar enterro. Não que o morto não mereça! Não é isso! Mas, neste País, nascer e morrer não é para qualquer pé rapado, não!  A dor maior da mãe que dá a luz não é a do parto, mas, a da partida do hospital, pois, ela sabe que é um verdadeiro desfalque!
Não é diferente com a dor da partida para o cemitério. Aliás, há uma diferença, sim. Quando se parte para a casa com o recém-nascido, reina a alegria da chegada, e, então a descontração é maior. Agora, quando o defunto parte do lar para o cemitério, o constrangimento dos vivos é bem maior. Como negociar com a família que vem lhe cobrar uma ajuda de cada filho para enterrar o pai, se você não tem? E isso lá é hora de se falar em dinheiro?  Aí vira desaforo, falta de consideração, de amor ao próprio pai, e uma série de cobranças que, levando-se em conta a situação, nem é bom questionar e, assim, muitos assinam aquele cheque “Jesus Cristo”, que, ao chegar na “boca do caixa”, esse exclama sorridente: “Ele voltará!”
            Confesso que achei até graça na situação, muito embora, falar em morte não seja nem um pouco engraçado.
            Esqueci-me do telefonema e dois meses transcorreram com todos os atropelos, as dívidas e as dúvidas, as alegrias e alergias, as tristezas e despesas…
            Até que, hoje, numa sexta-feira, dia 30, último dia útil do mês em que a minha cabeça roda pensando nos encargos, vales-transportes, salários que terei de pagar, não é que lá pelas 16h de uma fria sexta-feira, prenunciando um final de semana ainda mais gelado, sem sol, a vendedora, que, por sinal, tem um nome tétrico: Saudade, me liga novamente, cobrando-me a reserva do meu pedaço de terra no cemitério X, que, por sinal, devido a grande procura, só restava esse pedaço a me ser vendido.
            Num átimo, pensei lhe falar meia dúzia de desaforos e perguntar a ela se me estava “agourando”. Contive-me e lhe disse que já havia batido um papo com a dona Morte, naquele mês, e, ela, pacientemente, me respondeu que eu poderia ficar sossegada, pois, para economizar a viagem, viria me buscar quando viesse buscar a Saudade, no caso, a vendedora, assim, faria uma viagem só.
            Ouvi um baque de telefone e, depois, o silêncio total.

 

                                                           

31 thoughts on “Sexta-feira, que dia!

  1. Howdy! Do you use Twitter? I’d like to follow you if that would be ok.
    I’m absolutely enjoying your blog and look forward to new posts.

  2. I was wondering if you ever considered changing the structure of your website?
    Its very well written; I love what youve got to say.

    But maybe you could a little more in the way of content so people could
    connect with it better. Youve got an awful lot of text for
    only having one or 2 images. Maybe you could space it out better?

  3. Great post. I was checking constantly this
    blog and I’m impressed! Extremely helpful info specially the last part :) I care for such information a lot.
    I was looking for this particular info for a long time.
    Thank you and good luck.

  4. Hey, I think your blog might be having browser compatibility
    issues. When I look at your blog site in Safari,
    it looks fine but when opening in Internet Explorer, it
    has some overlapping. I just wanted to give you a quick heads up!
    Other then that, wonderful blog!

  5. Hello there, I found your site by way of Google while searching
    for a similar subject, your web site got here up, it looks great.
    I have bookmarked it in my google bookmarks.
    Hi there, just was aware of your weblog via Google, and found
    that it’s really informative. I’m gonna be careful for
    brussels. I will appreciate in the event you continue this in future.
    Many folks can be benefited from your writing.
    Cheers!

  6. Greetings! I’ve been following your weblog for a while now and finally
    got the bravery to go ahead and give you a shout out from Lubbock Tx!

    Just wanted to say keep up the excellent job!

  7. I don’t know whether it’s just me or if perhaps everyone else
    encountering issues with your website. It looks like some
    of the text in your content are running off the screen. Can somebody else please provide
    feedback and let me know if this is happening to them too?
    This could be a problem with my web browser because I’ve had
    this happen previously. Cheers

  8. Magnificent goods from you, man. I have keep in mind your stuff prior to and you’re
    simply too magnificent. I really like what you’ve obtained here, really
    like what you are saying and the way in which by which you are saying it.

    You’re making it entertaining and you continue to take care of to keep it sensible.
    I cant wait to read much more from you. This
    is really a terrific website.

  9. I’ve been browsing online more than 3 hours today, yet I never found any interesting article like yours.
    It is pretty worth enough for me. Personally, if all web owners and bloggers made good content as you did, the net will be a lot more useful than ever before.

  10. Hello! Do you know if they make any plugins to safeguard against hackers?
    I’m kinda paranoid about losing everything I’ve worked hard
    on. Any suggestions?

  11. Hi my family member! I wish to say that this article is awesome, great written and come with
    almost all significant infos. I’d like to look extra posts
    like this .

  12. Hi, I do believe your website might be having internet browser compatibility problems.
    Whenever I look at your site in Safari, it looks fine
    however when opening in Internet Explorer, it’s got some overlapping issues.
    I simply wanted to provide you with a quick
    heads up! Besides that, excellent blog!

  13. Thanks for your marvelous posting! I genuinely enjoyed reading it, you might be a great
    author.I will make certain to bookmark your blog and will eventually
    come back in the foreseeable future. I want to encourage you to definitely continue your
    great posts, have a nice weekend!

  14. I seriously love your blog.. Great colors & theme. Did you build this amazing site
    yourself? Please reply back as I’m hoping to create
    my very own blog and want to learn where you got this from
    or exactly what the theme is named. Appreciate it!

  15. What’s up everybody, here every one is sharing such knowledge, therefore it’s pleasant to read this web site, and I used to go to see this blog all the time.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Website