“Que não seja imortal, posto que é chama, mas que seja infinito enquanto dure.”

Estação do move no horário de rush.

A mulher entra no ônibus, com o celular no ouvido, e não fala, apenas ouve, enquanto suas feições vão se alterando.

De repente, explode num choro incontido, enquanto enfia o celular dentro da bolsa.

Em pé, em meio aos passageiros, ela soluça alto, e eu, assentada, ofereço-lhe o meu lugar, mas ela recusa com a cabeça e a mão, já que não consegue falar de tanto chorar. Pergunto-lhe o que de grave aconteceu.

Descontrolada, ela responde que acabou de saber que o marido a traiu.

Aliviada por saber que não é notícia de acidente ou morte, esboço um sorriso e lhe digo para não chorar porque ela não o merece.

Antes que ela me dirija alguma ofensa pela alteração do seu olhar, explico-lhe: “Nessa situação, geralmente, é clichê as pessoas nos consolarem dizendo que o outro não nos merece, pois somos melhores que ele, etc., etc., mas eu lhe afirmo que é você quem não o merece, porque uma pessoa que age desse jeito, traindo a nossa confiança, não podemos querê-la ao nosso lado, e, muito menos lamentar a sua ausência da nossa vida, afinal, quem quer ao lado alguém que não nos respeita?”

À medida que me ouve, ela vai se recompondo, enxugando as últimas lágrimas que lhe descem pelo rosto. E, então, eu me descontraio e lhe digo: “Fica assim não, bem. A fila anda e ele não é, de jeito nenhum, o último biscoito do pacote”. Aí, ela já sorri, mas, séria, me responde: “é que hoje também é o meu aniversário”.

Imediatamente, ergo-me da cadeira e convoco os passageiros:

“Pois então, vamos comemorar, meu bem, a nova vida que está chegando para você”, e começo a bater palmas, iniciando um “parabéns pra você”, que vai se somando às palmas dos outros passageiros.

E, então, um homem se aproxima, abraça a moça, e o coro que se faz, dentro do ônibus, a descontrai, embora encabulada:

“Beija, beija, beija…”

E ele toma o rosto dela entre as suas mãos, fita seus olhos, e, suavemente, deposita um beijo em sua boca, com uma salva de palmas de todos.

Conversam durante todo o trajeto, quando resolvem descer perto de uma pracinha em frente a um boteco.

Finjo que ali é o meu ponto e desço também.

Ela assenta-se no banco da praça, enquanto ele retorna do bar com a cerveja, os copos e uma vela grossa que conseguiu do dono.

Ela retira a aliança, põe sobre o banco, enquanto ele acende a vela.

Acesa, a moça segura-a sobre a aliança, despedindo-se do finado casamento, enquanto concluo que, ao mesmo tempo, a “vela” do homem se acende….

“Que não seja imortal, posto que é chama, mas que seja infinito enquanto dure…”

 

 

2.563 thoughts on ““Que não seja imortal, posto que é chama, mas que seja infinito enquanto dure.”

  1. I like what you guys are up too. Such smart work and reporting! Carry on the excellent works guys I have incorporated you guys to my blogroll. I think it’ll improve the value of my web site :)

  2. Oh my goodness! Amazing article dude! Thanks, However I am encountering difficulties with your RSS. I don’t know why I cannot subscribe to it. Is there anyone else getting identical RSS problems? Anyone that knows the answer can you kindly respond? Thanks!!

  3. Hi, i think that i saw you visited my blog thus i came to “return the
    favor”.I am attempting to find things to improve my site!I suppose its ok to use a
    few of your ideas!!

  4. Hello there! This article could not be written any better! Looking through this post reminds me of my previous roommate! He always kept preaching about this. I most certainly will forward this article to him. Fairly certain he’ll have a good read. I appreciate you for sharing!

  5. You are so interesting! I do not think I’ve truly read something like this before. So great to find somebody with unique thoughts on this subject. Seriously.. thank you for starting this up. This site is one thing that’s needed on the internet, someone with some originality!

  6. I’m not sure why but this website is loading incredibly slow for me.
    Is anyone else having this problem or is it
    a issue on my end? I’ll check back later on and see
    if the problem still exists.

  7. May I simply say what a comfort to uncover somebody that truly knows what they are talking about over the internet. You actually know how to bring a problem to light and make it important. More and more people must look at this and understand this side of your story. It’s surprising you are not more popular given that you most certainly possess the gift.

  8. Great article! That is the type of info that should be shared around the internet. Disgrace on Google for now not positioning this post higher! Come on over and consult with my website . Thanks =)|

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Website