PERDÃO PELA VIOLÊNCIA

Minas Gerais, terça-feira, às 23h30, Cybele, deitada cochilando no sofá em frente à televisão ligada, ensaia assistir ao filme “Jesus”. Subitamente é despertada pelos gritos do marido no quarto. Ainda meio tonta, encaminha-se para o quarto tentando empurrar as pernas que denunciam seus 68 anos de idade. Para estarrecida na porta ao ver o velho marido na janela arrebentada, lutando com o ladrão para impedi-lo de entrar na casa. Corre para a cozinha e busca a enorme faca na tentativa desesperada de salvar o marido que estava sendo enforcado pela “gravata” que o ladrão lhe dava. Tenta espetá-lo para que solte o seu marido, quando o ladrão lhe toma a faca sob os gritos do comparsa que estava do lado de fora da casa:

? Mata essa velha, anda! Mata ela!

Cybele dirige o olhar ao quintal e o homem lhe chama a atenção. Franzino, com a camisa lhe cobrindo a maior parte do rosto, ele não se aproximava. Ficava berrando ordens ao outro. Sua voz era familiar.

O ladrão ainda dominando Pedro, e com a faca na mão, gritava para Cybele ficar quieta e lhe passar o dinheiro. Ela lhe entrega os R$ 90,00 que estavam no quarto e suplica ao homem que solte o marido. O homem estava irado, suava muito, por nervosismo, ou pelo efeito de drogas.

Lembrou-se do filho doente, dormindo no quarto ao lado. O rapaz era uma criança, apesar dos 30 anos de idade e, sobressaltado, sentou-se na cama ao ouvir os gritos. Cybele aproveitando-se da exigência do ladrão por mais dinheiro, buscava pela casa aquilo que pudesse desarmá-lo, para que livrasse seu marido. De repente, a ideia! Entrou no banheiro, pegou o spray de barba, voltou rapidamente e borrifou meio frasco no rosto e olhos do ladrão. Atordoado e tentando se limpar, o sujeito deixa cair a faca e solta o velho, mas, refeito, segura Cybele e possesso lhe fala ao ouvido: “Fica quieta, senão te rasgo! ”

E o homem, lá fora, continua gritando:

? Mata ela, homem! Vamos, enfia a faca nela!

Porém, Cybele não tem medo e o ladrão dominando-a vai até o quarto do filho. Nisso, ela lhe suplica para que não toque nele. “É doente, coitadinho! ” Por um momento, o sujeito para, olha o rapaz e, consternado, repete: “Coitadinho! ”, mas volta-se nervoso e segurando o rapaz, berra por mais dinheiro: ? Quero o dinheiro, velha! Anda, senão ele morre!

Cybele lhe pede para soltar o filho. Fala que ele pode levar o que quiser, inclusive sequestrá-la, ou até matá-la, mas que deixe o marido e o filho em paz. Aí ele resolve remexer em tudo. E pega os CDs do rapaz e uma calça jeans novinha, e vai jogando tudo no chão, enquanto Pedro lhe dirige a palavra carinhosamente: “Filho, você não tem pai? ” Ele, amenizando a voz, diz que nunca o conheceu. E Pedro continua: “Filho, e onde está a sua mãe? ” E o sujeito responde que foi assassinada. E Cybele lhe dá carta branca pra levar tudo o que quiser, e que sigam em paz, que rezará por eles, estendendo-lhe três sacolas enormes para guardar o roubo. E ele vai colocando a televisão, o pequeno som e pega a bolsa dela e retira os últimos R$ 40,00 que lhes restam. E ela e o marido vão abençoando o ladrão enquanto ele vai roubando.

Já na saída, ela lhe diz:

? Vá com Deus, meu filho!

Ele se volta e chora. E chora como criança e abraça o velho ainda ferido pela luta dos dois: ” Perdão, vô, se te machuquei. ”

E ela passa a mão no rosto do ladrão e pede a ele que rogue a proteção de Deus e o abraça e ele chora enquanto tenta enxugar com a sua camisa o sangue que escorre do dedo dela, ferido pela faca que ele lhe arrancou à força. Ele se volta para o menino, abre uma das sacolas e lhe devolve o som e a calça jeans, repetindo: “Coitadinho, ele é doente! ”

Antes de passar pelo portão, volta-se e implora:

? Reza pra mim, vó. Reza que eu quero deixar essa vida!

E desaparece com o colega e as sacolas na carreta.

12.410 thoughts on “PERDÃO PELA VIOLÊNCIA

  1. With havin so much written content do you ever run into any issues of plagorism or copyright
    violation? My site has a lot of completely unique content
    I’ve either created myself or outsourced but it appears a lot of it is popping it up all over
    the web without my agreement. Do you know any methods to help protect against content from being ripped off?
    I’d truly appreciate it.

  2. I am now not sure the place you’re getting your information, but good
    topic. I needs to spend a while learning much more or figuring out more.
    Thank you for wonderful info I used to be looking for this
    information for my mission.

  3. I’m not sure where you’re getting your info, but great topic.
    I needs to spend some time learning more or understanding
    more. Thanks for magnificent information I was looking for
    this info for my mission.

  4. You really make it seem so easy with your presentation but I find this matter to be actually something
    that I think I would never understand. It seems too complicated
    and very broad for me. I am looking forward for your next post,
    I will try to get the hang of it!

  5. Write more, thats all I have to say. Literally, it seems
    as though you relied on the video to make your point.
    You obviously know what youre talking about, why throw
    away your intelligence on just posting videos to your blog when you could
    be giving us something informative to read?

  6. whoah this weblog is wonderful i love reading your articles.

    Keep up the good work! You understand, a lot of individuals are hunting round for this
    info, you can help them greatly.

Deixe uma resposta para 안산오피주소 Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Website