A esperança que louva-a-deus

IMG_20200405_080119695 (1)

Domingo, 5 de abril de 2020, 8 horas da manhã. Dia, mês e ano da pandemia.

Eis que um lindo dia se inicia. O sol, ainda tímido, começa a banhar os espaços, e desço do meu apartamento para a área interna do prédio, à sua busca.

Caminhando devagar, observo as plantas, o céu e o silêncio que ainda reina enquanto as pessoas ainda estão adormecidas. Nesse caminhar, louvo a Deus pela beleza da natureza. Tudo está em seu lugar. As plantas e flores vicejam no jardim e, suavemente, balançam ao molejo do vento suave, como em reverência ao Criador. Alheias ao caos que se instalou no mundo humano, elas cumprem o seu destino de sempre: nascer, florescer e morrer. Depois de lançada a semente, no tempo certo, surge minúscula, mas forte, e, naquele espaço, ganha corpo e robustez, e cresce e floresce, e dá flor ou fruto, de acordo com a sua natureza. Sua sina é não parar, não desistir para cumprir o propósito de existir até o tempo que lhe foi proporcionado.

Observando e pensando, traço um paralelo entre o ser humano e a natureza, pois ambos têm o mesmo propósito no mundo: nascer, crescer e morrer, e, embora a natureza não disponha da racionalidade presente no mundo humano, percebo que, talvez, por isso, ela tenha maior capacidade de aceitação de tudo que lhe acontece, porque de nenhuma forma ela se revolta. Ainda que o fogo varra uma floresta, causando vasta destruição, eis que, com o passar do tempo, o verde novamente vai forrando a terra crispada pelas cinzas…

De repente, no corredor do prédio onde a luz do sol não se infiltra, no chão frio do mármore, eis que vejo um louva-a-deus parado em direção à luz do sol.

Miro o louva-a-deus, que honra o nome pela posição ajoelhada sobre as duas patinhas dianteiras, em atitude de oração, paralisado por horas, no chão frio de mármore sem nenhum alimento…

O que ele está querendo me dizer? Que em meio à frieza, à dureza, à ausência, há um propósito. Ainda que seja levar a esperança àqueles que se deparam com ele.

Exatos sessenta minutos depois, saio do apartamento e retorno ao lugar onde ele se encontra. Batizado de esperança, lá está ele na mesma posição e no mesmo lugar, enfatizando que a esperança não desiste…

7.573 thoughts on “A esperança que louva-a-deus

  1. Hello! I could have sworn Iíve been to this blog before but after browsing through many of the articles I realized itís new to me. Regardless, Iím definitely happy I stumbled upon it and Iíll be book-marking it and checking back often!

  2. When I initially left a comment I seem to have clicked on the -Notify me when new comments are added- checkbox and from now on every time a comment is added I receive four emails with the exact same comment. There has to be an easy method you are able to remove me from that service? Thank you!|

  3. I seriously love your website.. Great colors & theme. Did you make this web site yourself? Please reply back as Iím trying to create my very own site and would love to know where you got this from or exactly what the theme is named. Kudos!

  4. Right here is the right webpage for anyone who wants to find out about this topic. You understand a whole lot its almost tough to argue with you (not that I personally would want toÖHaHa). You certainly put a fresh spin on a topic that’s been written about for decades. Excellent stuff, just excellent!

  5. The next time I read a blog, Hopefully it won’t fail me as much as this one. After all, I know it was my choice to read through, however I actually thought you would probably have something interesting to say. All I hear is a bunch of moaning about something that you could possibly fix if you were not too busy seeking attention.

  6. An interesting discussion is worth comment. There’s no doubt that that you need to publish more on this topic, it may not be a taboo matter but usually people do not talk about these issues. To the next! Many thanks!!

  7. Excellent read, I just passed this onto a friend who was doing a little research on that. And he actually bought me lunch as I found it for him smile Thus let me rephrase that: Thank you for lunch!

Deixe uma resposta para uc hilesi Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Website