Eu: Fonte, Ponte e…Noite!

O primeiro chegou roubando a minha paixão adolescente. Arrebatou, num átimo, os sonhos platônicos que eu acalentava por uns olhos verdes e uma voz aveludada que, um ano depois, deixou este mundo abruptamente, aos dezoito anos.             Aos solavancos, construímos uma relação que já começou comprometida por uma promessa de noivado dele com outra que […]

(Todos) Verão em 2014

Manhã ensolarada de domingo. É o meu aniversário. Comemoro mais um ano de vida e ao mesmo tempo estou reclusa neste chalé, onde busco entender o falecimento precoce do meu casamento de apenas três anos de existência. Neste chalé à beira da estrada, sintetizo a minha vida. Não estou na cidade e nem no campo; […]

Um ano sem Alcione Araújo

Hoje, dia 15 de novembro, completou um ano de falecimento do cronista, romancista e dramaturgo Alcione Araújo. Desde então, nós, leitores, ficamos sem ler suas crônicas às segundas-feiras, no jornal Estado de Minas.   É difícil apontar qual a melhor crônica do Alcione que foi publicada, desde setembro de 2001, no Caderno Cultura. Porém, a […]

A carta

No final do inverno, antecedendo a primavera, no mês de agosto – que para muitos ainda cheira a desgosto – há uma mistura de estações, quando o frio dá lugar ao calor em alguns dias, e algumas árvores já se enchem de flores, embelezando a paisagem, enquanto outras ainda forram o chão de folhas secas, […]

Carta a um experiente escritor

Caro colega das letras – se é que mereço fazer jus a esse patamar, considerando que ainda não atingi o trono que você ocupa. Sei que você é muito ocupado para dar ouvidos e olhos a uma amante das letras que ainda não faz parte do seu círculo literário, o quê, aliás, não é nem […]

Que susto!

             Qualquer um que olha para mim, à toa, mais do que um minuto, já penso que é ladrão. E, então, redobro os meus cuidados, principalmente, quando estou no meu Celta branco, comprado com muito suor e tantas restrições.             Naquele final de tarde tumultuado de sexta-feira, estacionei em frente […]

A honestidade como princípio

            Conta uma lenda que certo príncipe, já em idade madura, decidiu escolher aquela que tomaria por esposa. Para tanto, resolveu convidar todas as moças que habitavam as redondezas do palácio.             Uma jovem e humilde camponesa manifestou a sua mãe a vontade de participar do grande evento. A mãe, ciente […]