Reformando a vida

 Decidi tecer com a linha da memória
E arrematar o pano de fundo da minha história.
Devo cerzir os buracos provocados pela dor
E dar bainha em todas as formas de rancor.
Hei de cortar as sobras negativas do ter sido
E tingir de esperança o laço do perdão remido.
Pregarei todos os colchetes da união
E usarei o dedal da dose de proteção
Ao concluir a arte final da criação!

2 thoughts on “Reformando a vida

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Website